• O que afasta os idosos dos exercícios.

    Dores, falta de companhia e contraindicação médica estão entre os motivos apontados pelos mais velhos para não se exercitar. Conheça os outros.

    Se movimentar faz bem para todo mundo — inclusive para os mais velhos (Ilustração: Matheus Costa/)

    Mexer o esqueleto ajuda a prevenir e tratar doenças. Ainda assim, 62,7% das pessoas acima de 60 anos são sedentárias no Brasil. Qual a razão disso? Uma pesquisa do Hospital das Clínicas de São Paulo com 172 voluntários – dos quais 60 não praticavam atividade alguma – investigou as justificativas associadas à inércia. Confira os resultados (a maioria deles pode ser revertida):

    Dor – 20%
    Ela pode surgir devido à própria falta de exercício. Mas muitas vezes é fruto de certas condições, a exemplo da artrose, que lesa a cartilagem e a junta. Porém, até nesses casos um treino guiado ajuda a amenizar o incômodo, já que fortalece a musculatura.

    Problemas de saúde – 20%
    Não são muitas as disfunções que exigem o fim dos exercícios. Na presença de algumas doenças, como a fibromialgia, mexer o corpo funciona, na verdade, como um belo remédio. O recado é: se o médico autorizar, não tem por que ficar parado.

    Falta de tempo – 13,3%
    A maturidade é lembrada por ser a fase em que a aposentadoria chega e oritmo desacelera. Aproveitar a vida sem a correria e o estresse do trabalho é, portanto, uma das vantagens desse período. Não deixe o dia a dia ser tomado por hábitos ruins.

    Medo de acidente – 10%
    Quedas são mais frequentes entre idosos – 30% deles caem ao menos uma vez por ano no Brasil. Não admira, assim, que esse receio apareça na hora de fazer exercícios. Por essas e outras, a supervisão de um profissional é indispensável.

    Por Karolina Bergamo
    Créditos: https://saude.abril.com.br/fitness/o-que-afasta-os-idosos-dos-exercicios

Deixe seu comentário

Cancelar