• 7 cuidados da rotina que melhoram a postura corporal

    Algumas ações do dia a dia ajudam a evitar aquela dor nas costas. Confira.

    1. Ande (de lado de costas, simplesmente ande).
    Ficamos sentados a maior parte do dia e, por mais que a gente saiba que isso não faz bem, sempre esquecemos de fazer diferente. Que tal tentar se movimentar um pouco pelo menos uma hora por dia? Vale ir ao banheiro, pegar um copo d’água ou um café.

    2. Fortaleça os músculos.

    Nosso corpo é muito inteligente e se você treiná-lo de forma adequada na hora da malhação ele ficará mais forte, não apenas para aguentar as posturas erradas do dia a dia, mas também para que seus músculos se posicionem de modo correto quando você estiver sentado,deitado e andando.

    3. Faça Fisioterapia, Pilates ou RPG.

    Tanto Fisioterapia quanto pilates/RPG trazem maior consciência corporal, além de serem repletos de posturas que trazem mais alongamento, flexibilidade e relaxamento.

    Alongue-se.

    Há vários alongamentos que você pode fazer sentada na sua própria mesa. Um simples alongamento na panturrilha ou uma torção já trará mais alívio para o seu corpo.

    5. Sente-se direito.

    No trabalho, apoie a região lombar na cadeira, que, por sua vez, deve estar a uma altura que permita a flexão de 90° do quadril e do joelho. Certifique-se que os antebraços estão apoiados na cadeira ou na mesa e nunca deixe eles suspensos. Em casa, vale lembrar que a região lombar deve estar encostada, sem escorregar e não deve-se deitar para ver televisão.

    6. Durma de lado.
    A melhor maneira de dormir para não prejudicar a postura corporal é a de lado, com um travesseiro entre as pernas. Vale também de barriga para cima, com um travesseiro posicionado abaixo do joelho, ok?

    7. Cuidado ao digitar no celular.
    Quando estiver digitando mensagens (mesmo aquelas muito empolgantes no grupo das meninas no Whatsapp!), lembre-se de manter o aparelho na linha dos olhos o tempo todo. Caso contrário, você estará forçando sua coluna e seus ombros para frente.

    Créditos: mdemulher/Dra. Fabíola Santos

Deixe seu comentário

Cancelar